quarta-feira , julho 17 2019
Início / Entrevistas / DNA vencedor: ala Reginaldo quer mais um título pelo Ceará

DNA vencedor: ala Reginaldo quer mais um título pelo Ceará

Com a faixa de capitão no último sábado, Reginaldo ergueu mais um troféu pelo Ceará; na década passada, ala foi peça fundamental no tricampeonato estadual do Vovô

Com lembranças muito vivas na memória, o ala Reginaldo exibe, com merecido orgulho, sua vitoriosa trajetória no futsal.

Se para muitos, o título conquistado pelo Ceará no último sábado era um novidade, para o ala se tornou algo corriqueiro. Habitual, até. Antes de ter a modalidade “extinta” no final da década passada, o alvinegro viveu um triênio especial e conquistou, de forma consecutiva, o tricampeonato estadual.

+ Leia Mais! OPINIÃO: mudanças suficientes para um novo momento?

Multicampão

Foto: Reginaldo/Arquivo pessoal

Marcando gols nas finais dos três títulos, Reginaldo conta: “Participei dos três títulos, pelo Ceará sou o único como atleta a conseguir o tricampeonato. Em 2003, fizemos a final contra a equipe do Camocim, vencemos por 5 x 3 no Ginásio Paulo Sarasate. Nessa final, fui autor de um gol. Já no ano de 2004, fizemos a final em um clássico-rei contra o Fortaleza. Vencemos por 4 x 3, também no Ginásio Paulo Sarasate, lotado. Um jogão. Tive a felicidade de fazer três gols, o jogo tava empatado em 3 x 3 e no finalzinho do jogo fui feliz em fazer o gol do título. Bicampeão. Esse título ficou na história.”, relembra.

Pouco tempo depois, após passagem pelo futsal paranaense, Reginaldo retornou e conquistou, pelo terceiro ano seguido, o Campeonato Cearense: “O ano de 2005 foi muito especial. Eu estava no Paraná e consegui o título paranaense de futsal. Retornei ao Ceará para defender a camisa do Vozão em 2005, fizemos a final contra o Afagu/Russas e vencemos por 7 x 3, em Russas. Fui autor de gols na final. Fico feliz em ter feito parte do tricampeonato e fazendo gols na três finais. Isso é um momento histórico, de muita felicidade para um atleta.”

O céu é o limite?

Com a parceria com o Grêmio Recreativo Pague Menos, equipe que o ala estava vinculado, o retorno de Reginaldo ao Ceará aconteceu. O objetivo, obviamente, é conquistar não só o primeiro turno, mas também o título do certame. Sobre a possibilidade de uma Liga Nacional, afirma: “Hoje nosso foco está no Cearense e estamos trabalhando diariamente em busca do título estadual. Esse é nosso primeiro objetivo. Lógico que nosso estado há tempos precisa de um time na Liga Nacional, mas essa competição tem que ser planejada e executada da melhor forma possível, porque envolve um campeonato nacional de longo prazo, isso requer uma estrutura física e financeira muito forte e organizada.”, conta.

“Estamos dando o pontapé inicial, bem organizado. Nossa diretoria está trabalhando pra isso, contratou uma excelente comissão técnica que está conseguindo fazer um grupo forte e competitivo. Hoje temos uma estrutura de time de Liga Nacional, quem sabe daqui a pouco tempo poderemos ver o Ceará Sporting Club em uma Liga Nacional. Isso é um sonho para o nosso estado.”

A torcida

Assim como conquistar títulos pelo Ceará não é nenhuma novidade, vê o torcedor alvinegro lotando ginásios também não é nada fora do normal. Antes de possuir e mandar seus jogos em um Ginásio próprio, o Vovô enchia as arquibancadas do Paulo Sarasate e Aécio de Borba: “Fico até emocionado em falar da nossa torcida. Eu particularmente vivo isso de perto e costumo dizer nas preleções, antes dos jogos, que nossa torcida é o nosso melhor jogador. Eles fazem a diferença, seja onde for. Participei na década passada e vi nossa torcida jogar junto com a gente e agora nesse retorno do Ceará futsal, os ‘caras’ estão mais loucos pelo time. É um amor fora do normal. Isso reflete demais dentro de quadra, impulsiona a todos nos atletas.Espero que possamos continuar dando alegria a nossa nação alvinegra.”

“Fico até emocionado em falar da nossa torcida”, conta.

De acordo com Reginaldo, apoio da torcida é fundamental

O Ceará volta à quadra neste sábado, 13, diante do SUMOV, no Ginásio do Vozão. Alvinegro vai em busca do título do segundo turno, para conquistar o Campeonato de forma arrastão.

Veja isso

Mudanças suficientes para um novo momento?

É possível notar, seja com exemplos do próprio Ceará ou de outros clubes pelo Brasil, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *