quarta-feira , abril 24 2019
Início / Principal / Sob o comando de Lisca, Ceará quebra uma série de tabus

Sob o comando de Lisca, Ceará quebra uma série de tabus

Se por algumas opções nas escalações e no desempenho da equipe Lisca tem seu trabalho questionado – com certa justiça, inclusive -, dentro de campo o treinador segue quebrando paradigmas no comando do Ceará. Na última quarta-feira (3), o alvinegro conseguiu sua primeira vitória diante do Corinthians, em jogos realizados fora dos seus domínios.

Com gol de Roger, o Ceará abriu o placar e até chegou a ameaçar a meta de Walter no final do jogo – arqueiro entrou bem após expulsão de Cássio -, mas o duelo terminou mesmo em 1 a 0.

Apesar de conquistar a vitória, o resultado conquistado não foi suficiente. Isto porque na primeira partida, realizada na Arena Castelão, o Ceará saiu de campo com um revés de 3 a 1.

Torcedor na infância assumido, Roger marcou contra seu ex-clube e ajudou Lisca a quebrar mais um tabu

Tabu sendo quebrado

A quebra de uma escrita histórica diante do Corinthians em São Paulo não foi a primeira alcançada pelo Ceará sob o comando de Lisca: Ano passado, diante do próprio Corinthians, o Vovô conquistou o primeiro triunfo contra o Timão em todo histórico de confrontos. 

Cruzeiro, Flamengo e Paraná também foram vítimas

Na Série A, outros quatro tabus também foram quebrados: o Ceará nunca havia vencido Cruzeiro e Paraná jogando em Minas e em Curitiba, respectivamente.

Contra o Flamengo, no Maracanã, além de obter a primeira vitória contra o rubronegro em Campeonatos Brasileiros – as três vitórias anteriores, embora todas tenham sido no Rio de Janeiro, aconteceram em confrontos da Copa do Brasil, o Ceará também alcançou mais um dado histórico: essa foi a primeira derrota dos cariocas no Maracanã diante de um clube nordestino, após dez anos.

Veja isso

PortalCast #31 – De quem é a culpa?

Fala Nação Alvinegra, esse é o nosso PortalCast. O podcast totalmente voltado para a torcida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *