domingo , setembro 22 2019
Início / Ídolos / Se estivesse vivo, Tiquinho completaria hoje 63 anos de idade

Se estivesse vivo, Tiquinho completaria hoje 63 anos de idade

O gol do primeiro tetracampeonato do Ceará é a lembrança mais nítida na cabeça de qualquer torcedor alvinegro. Mesmo aqueles que não vivenciaram o momento, puderam enraizar o lance em sua cabeça através da lendária narração de Gomes Farias, e anos depois, o clube pôde resgatar a imagem e eternizar o feito do atacante.

Tiquinho não era cearense. Nascido no Rio de Janeiro, o “Herói do Tetra” era cria da base do Botafogo. Profissionalizou-se aos 16 anos e teve poucas chances na equipe carioca e chegou ao Vozão em 1978. Àquela altura, o Ceará já era tricampeão estadual e tinha uma base muito forte, mas o jovem e veloz atacante conseguiu espaço entre os titulares.

Naquela temporada, Tiquinho foi um destaques do Mais Querido, marcou 9 gols na campanha do Tetra, sendo o último deles o mais importante: o que sacramentou o título do Vovô.

O lendário gol do Tetra

O dia 20 de dezembro de 1978 ficou marcado na história do clássico-rei cearense. Ceará e Fortaleza decidiam o título do campeonato estadual. O tricolor jogava pelo empate e segurava o título até o final da partida, quando Tiquinho, aos 45 minuto do segundo tempo, marcou o gol da vitória por 1 a 0 do Ceará frente ao arquirrival. O feito que garantiu à equipe alvinegra o tetracampeonato estadual. Até os dias atuais, a narração do gol, costuma ser repetida a exaustão nos momentos que antecedem as partidas do Ceará. Inegável afirmar que Tiquinho seja um dos grandes ídolos da torcida alvinegra.

Tiquinho foi campeão com a seleção brasileira

Em 1975, aos 16 anos e antes de chegar ao Ceará, o ex-atacante, ainda pelo Botafogo, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira olímpica, comandada pelo genial Zizinho, que viria a conquistar a medalha de ouro nos jogos pan-americanos da cidade do México. Seu começo foi devastador, marcando gol logo na estreia, frente à seleção da Costa Rica, na vitória brasileira por 3 a 1, no dia 14.

O ano de 1976 começou de forma ainda mais promissora para o atacante que logo em janeiro voltou a ser convocado para a seleção olímpica que disputaria o Torneio Pré-Olímpico realizado em Recife. Tiquinho atuou em duas partidas, frente o Uruguai e Argentina, e foi, novamente, campeão.

Eterno Tiquinho

Onofre Aluísio Batista, o Tiquinho, faleceu aos 53 anos, no dia 15/06/2009, de falência múltipla dos órgãos, em decorrência de cirrose, hepatite e hipertensão. Mas marcou seu nome na história gloriosa do Ceará e será lembrado para sempre. Vida longa a Tiquinho, o Herói do Tetra de 78.

Veja isso

PortalCast #37 – A corneta voltou!

Fala Nação Alvinegra, esse é o nosso PortalCast. O podcast totalmente voltado para a torcida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *