segunda-feira , dezembro 17 2018
Início / Copa do Nordeste / Clubes definem proposta para nova Copa do Nordeste em 2019
(Foto: Evandro Veiga / Correio24Horas)

Clubes definem proposta para nova Copa do Nordeste em 2019

Regulamento da edição 2019 prevê dois grupos de oito e times do G7 querem formato com apenas 12 participantes a partir de 2020

Qual é a proposta?

A edição de 2019 manterá 16 times na fase de grupos e 20 no total, respeitando os critérios de classificação definidos nos estaduais deste ano. Porém, as 16 equipes serão divididas em dois grupos de oito, e não mais em quatro chaves com quatro. Os confrontos da 1ª fase serão entre um grupo e outro. Ou seja, oito jogos para cada time.

A fórmula diz que os grandes da Bahia, Pernambuco e Ceará – Bahia e Vitória, Santa Cruz e Náutico, Ceará e Fortaleza – ficarão em grupos diferentes. Assim, os clássicos estão garantidos na 1ª fase. Desfiliado da Liga do Nordeste, o Sport não pretende jogar o torneio em 2019.

Quatro times avançam para as quartas de final em cada grupo, e dois de cada chave serão rebaixados, embora não haja uma segunda divisão propriamente dita. Quartas de final, semifinais serão disputadas em jogos apenas de ida, com o jogo acontecendo na casa do time com melhor campanha. Em caso de empate, a disputa da vaga irá para os pênaltis. A final seguirá sendo disputada com jogos de ida e volta.

A partir de 2020, a Copa do Nordeste irá contar com 12 times na fase de grupos, apenas, e 12 datas no total. Os quatro rebaixados disputariam no mesmo ano um mata-mata com outras equipes classificadas pelos estaduais. Esses confrontos seriam playoffs para definir os quatro clubes que jogariam o torneio no ano subsequente.

Premiação
A premiação a ser distribuída entre os clubes aumentará de R$ 22,4 milhões em 2018 para R$ 26,4 milhões em 2019.

Assim, o Ceará, melhor cearense ranqueado, estará no sub-grupo 1, ao lado de Bahia, Vitória e Santa Cruz, e receberá pela primeira fase R$ 1,9 milhão, praticamente o dobro do recebido esse ano (R$ 1 milhão).
Nas fases decisivas, no entanto, haverá decréscimo no valor das cotas com relação à atual edição. Este ano, por exemplo, o time campeão levará R$ 1,5 milhão pelo título, contra R$ 1 milhão previsto inicialmente para 2019. Somando-se as cotas das fases anteriores, o valor total pela conquista terá um aumento irrisório, passando de R$ 3,5 milhões para R$ 3,575 milhão. Já para quem vem do sub-grupo quatro, haverá uma diminuição do valor total pelo título, saindo de R$ 3,250 milhões para R$ 2,185 milhões.

Cotas da Copa do Nordeste 2018:

Eliminados na seletiva: R$ 250 mil

Fase de grupos:
R$ 1 milhão (do 1º ao 4º do ranking da CBF)
R$ 850 mil (do 5º ao 8º)
R$ 775 mil (do 9º ao 12º)
R$ 750 mil (vencedores da seletiva)

Quartas de final: R$ 450 mil
Semifinais: R$ 550 mil
Vice-campeão: 600 mil
Campeão: R$ 1,5 milhão

Proposta para Copa do Nordeste 2019:

Eliminados na seletiva: R$ 100 mil

Fase de grupos:
R$ 1,9 milhão (do 1º ao 4º do ranking da CBF)
R$ 1,42 milhão (do 5º ao 8º)
R$ 1,22 milhão (do 9º ao 12º)
R$ 510 mil (vencedores da seletiva)

Quartas de final: R$ 300 mil
Semifinais: R$ 375 mil
Vice-campeão: R$ 500 mil
Campeão: R$ 1 milhão

Via: Correio24horas

Veja isso

Heróis da permanência #06 – Luiz Otávio, a eficiência necessária

Sem ter vida fácil em nenhum jogo, o zagueiro mostrou a importância de ser eficiente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *