terça-feira , Maio 22 2018
Início / Principal / Corinthians 1×1 Ceará – Finalmente ‘estreamos’
Foto: Marcos Ribolli

Corinthians 1×1 Ceará – Finalmente ‘estreamos’

Bastaram dez minutos para o torcedor do Ceará perceber que finalmente teríamos uma atuação minimamente digna na Série A.

Toda a torcida sabe que precisamos de reforços, que existem jogadores no elenco que já deveriam ter ido embora de Porangabussu, porém o que vimos contra Santos, São Paulo e Flamengo não é, nem de longe, aquilo que o time pode apresentar.

Existem limitações técnicas em todos os setores do time, mas a base da Série B de 2017 permaneceu. E foi nessa estrutura sólida de trabalho que diretoria e comissão técnica apostaram para 2018. Portanto, ter uma postura firme e não se acovardar em campo é o que a torcida espera.

Não foi a partida perfeita, mas foi algo bem parecido com o que estávamos acostumados a ver. A volta de Ricardinho traz, além de qualidade técnica, uma postura diferente em outros jogadores. Juninho e Wescley se tornam mais participativos. O volante, que foi contestado por parte da torcida na derrota contra o Flamengo, se entende em campo com o capitão alvinegro. São cabeças que pensam o jogo da mesma forma, ambos tem o toque refinado e um ajuda o outro na meia cancha alvinegra. Wescley também tem outra postura com Ricardinho em campo. O meia tem mais liberdade para atacar e fica menos preso na criação das jogadas.

(Foto: Djalma Vassão/ Gazeta Press)

Armação do time

Chamusca mostrou mais uma vez que não terá problema em mudar a equipe quando for preciso. Wescley perdeu a vaga no time porque atuou mal contra Santos e São Paulo. Reina saiu do time por ter um desempenho abaixo da crítica contra o Flamengo. Pio e Arthur, até então titulares, também foram para o banco. A jovem promessa do alvinegro sequer entrou contra o Corinthians. Além disso, o treinador alvinegro fez seu time atuar com três e dois zagueiros.

Tudo isso mostra o quanto Chamusca é empenhado para que as coisas andem bem sob seu comando. O próximo jogo é tão difícil quanto foi o último. O Ceará enfrentará um adversário direto na luta pela permanência na elite nacional. A vitória é mais que obrigação é uma necessidade que bate à porta do alvinegro. E a atuação contra os paulistas trouxe um alento de que dias melhores podem estar por vir.

Veja isso

Clubes definem proposta para nova Copa do Nordeste em 2019

Regulamento da edição 2019 prevê dois grupos de oito e times do G7 querem formato …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *