quarta-feira , novembro 14 2018
Início / Cearense / É muito cedo para qualquer prognóstico
Felipe Azevedo em ação contra o Floresta [Foto: Lucas Moraes/CearaSC.com]
Felipe Azevedo em ação contra o Floresta [Foto: Lucas Moraes/CearaSC.com]

É muito cedo para qualquer prognóstico

Fazer qualquer prognóstico em início de temporada é perigoso. Por outro lado, é preciso identificar cedo nossas carências e necessidades para melhorarmos no decorrer do ano e nas competições que realmente são rentáveis ao clube.

Qualquer prognóstico no futebol é difícil,  em início de campeonato, então, é ainda mais perigoso.

Sem uma pré-temporada descente e longe do ápice físico, técnico e tático, é preciso muito cuidado em qualquer análise acerca da – falta de – qualidade de determinadas peças.

A estreia do Ceará em 2018 aconteceu no dia 16 de janeiro e ontem, 24, o Vovô já realizou sua quarta apresentação na temporada.

A sequência – que quando iniciou era de 13 jogos em 36 dias -, entretanto, ainda seguirá desgastante até o próximo dia 20: em jogos do estadual, Copa do Nordeste e a estreia na Copa do Brasil, o Vovô terá oito jogos pela frente em 27 dias. É natural, portanto, que os atletas ainda estejam longe do ideal.

Com uma maratona já em andamento, Ceará fará 13 jogos em 36 dias; Ainda é cedo para qualquer prognóstico
Com uma maratona já em andamento, Ceará fará 13 jogos em 36 dias; Ainda é cedo para qualquer prognóstico

SETE GOLS SOFRIDOS EM TRÊS JOGOS DO ESTADUAL

Apesar de todas as dificuldades abordadas acima, é preciso chamar atenção para um detalhe importante: em três jogos do estadual – que por si só já é de baixo nível de competitividade -, o Ceará sofreu sete gols.

Com a lesão de Rafael Pereira e a saída de Tiago Alves, o Ceará manteve Valdo e Luiz Otávio, além de contratar Bruno Pires e Patrick – este último veio como status de “aposta” para ser testado no estadual.

Para completar o setor defensivo, o Ceará trouxe os laterais Renato e Leandro Silva (ambos elogiados) e Ernandes – que jogava como volante deste 2011 e foi contratado para atuar na lateral-esquerda.

É preciso entender o momento e ter paciência, afinal trata-se apenas do início da temporada.

Por outro lado, mesmo precocemente, precisamos identificar as carências e necessidades do elenco já formado para, quando os campeonatos rentáveis ao clube estiverem em andamento, não ficarmos pelo caminho por conta dessas fraquezas.

Veja isso

Ceará tenta quebrar um tabu histórico contra o Bahia

Bahia e Ceará fazem um duelo interessante de nordestinos nesta quarta-feira, às 19h, pela 34ª …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *