domingo , Fevereiro 25 2018
Início / Cearense / É muito cedo para qualquer prognóstico
Felipe Azevedo em ação contra o Floresta [Foto: Lucas Moraes/CearaSC.com]
Felipe Azevedo em ação contra o Floresta [Foto: Lucas Moraes/CearaSC.com]

É muito cedo para qualquer prognóstico

Fazer qualquer prognóstico em início de temporada é perigoso. Por outro lado, é preciso identificar cedo nossas carências e necessidades para melhorarmos no decorrer do ano e nas competições que realmente são rentáveis ao clube.

Qualquer prognóstico no futebol é difícil,  em início de campeonato, então, é ainda mais perigoso.

Sem uma pré-temporada descente e longe do ápice físico, técnico e tático, é preciso muito cuidado em qualquer análise acerca da – falta de – qualidade de determinadas peças.

A estreia do Ceará em 2018 aconteceu no dia 16 de janeiro e ontem, 24, o Vovô já realizou sua quarta apresentação na temporada.

A sequência – que quando iniciou era de 13 jogos em 36 dias -, entretanto, ainda seguirá desgastante até o próximo dia 20: em jogos do estadual, Copa do Nordeste e a estreia na Copa do Brasil, o Vovô terá oito jogos pela frente em 27 dias. É natural, portanto, que os atletas ainda estejam longe do ideal.

Com uma maratona já em andamento, Ceará fará 13 jogos em 36 dias; Ainda é cedo para qualquer prognóstico
Com uma maratona já em andamento, Ceará fará 13 jogos em 36 dias; Ainda é cedo para qualquer prognóstico

SETE GOLS SOFRIDOS EM TRÊS JOGOS DO ESTADUAL

Apesar de todas as dificuldades abordadas acima, é preciso chamar atenção para um detalhe importante: em três jogos do estadual – que por si só já é de baixo nível de competitividade -, o Ceará sofreu sete gols.

Com a lesão de Rafael Pereira e a saída de Tiago Alves, o Ceará manteve Valdo e Luiz Otávio, além de contratar Bruno Pires e Patrick – este último veio como status de “aposta” para ser testado no estadual.

Para completar o setor defensivo, o Ceará trouxe os laterais Renato e Leandro Silva (ambos elogiados) e Ernandes – que jogava como volante deste 2011 e foi contratado para atuar na lateral-esquerda.

É preciso entender o momento e ter paciência, afinal trata-se apenas do início da temporada.

Por outro lado, mesmo precocemente, precisamos identificar as carências e necessidades do elenco já formado para, quando os campeonatos rentáveis ao clube estiverem em andamento, não ficarmos pelo caminho por conta dessas fraquezas.

Veja isso

Arthur e Élton têm média de gols idênticas em 2018

Juntos, a dupla de centroavantes já marcou 9 gols na temporada 2018 e seguem uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *