quinta-feira , setembro 20 2018
Início / Opinião / Opinião: é preciso treinar mais
(Foto: Christian Alekson/CearaSC.com)

Opinião: é preciso treinar mais

Apesar de ter trocado de técnico três vezes no ano, equipe alvinegra ainda apresenta falhas graves durante o jogo e mostra que ainda precisa de mais treinos.

Em qualquer área de trabalho, o profissional que deseja destaque e sucesso, precisa estar a cada dia em evolução. Para isso, exercitar suas habilidades é algo fundamental, treinar faz parte de uma evolução que tem de ser diária.

O futebol, lógico, não é diferente, e mais, ainda arrisco em dizer que ele seja um dos que mais retrata isso.

Com esforço diário, tudo bem organizado e planejado, não se garante nem um resultado positivo. “Imagine sem treinar”.

É óbvio, não vamos aqui supor que não há treino, organização ou planejamento. A questão é outra. Falaremos de erros cometidos em momentos cruciais da partida, que nos tiraram vitórias.

 

Jogadores importantes em momentos complicados

Everson

Dois anos de titularidade absoluta no Ceará. Desbancou um dos melhores goleiros que o clube teve na década (Luís Carlos). No entanto, as seguidas falhas ao sair da meta nos custaram pontos, como os três diante do Juventude. Ainda que o jogador adversário estive em impedimento, o arqueiro estava ali para fazer a defesa e, naquele momento, ele não “parou” esperando a marcação.

Não precisamos detalhar todos os jogos. Seria uma perseguição e não estamos aqui para isso. Everson é o melhor goleiro (disparado) que temos. Cobramos porque sabemos que ele pode mais.

Cametá

Outro que é nosso melhor da posição, mas precisa melhorar é Cametá. O lateral, conhecido por ter características ofensivas e ir mal na marcação carece de um pouco mais de concentração durante as partidas. Talvez seja esta a sua maior dificuldade, além, é claro, dos cruzamentos. Com facilidade que tem para chegar até a linha de fundo, com um pouco mais de “capricho”, pode ser ainda mais importante para o time.

Roberto

Logo que chegou, Roberto se destacou pela velocidade e força física. Sempre pela direita, o atacante partia pra cima dos adversários, levando perigo. No entanto, a jogada já ficou manjada. A jogada já não engana mais os seus marcadores.

Com as qualidades já citadas e um pouco mais raciocínio tático, o atacante tem muito a evoluir.

Magno Alves

Talvez o maior retrato do que é o time hoje. Magno tem uma qualidade muito grande, é o nosso melhor atacante sobras. Porém, vive um momento horrível. Nem mesmo a sua principal característica, o chute, vem fazendo a diferença.

Segundo o site de estatísticas Footstats, o Magnata é o nosso pior finalizador na Série B.

 

Pontos importantes

Rebote

Quantos escanteios são cobrados a favor e contra o Vovô por partida? Vários, não é?! Muitos são rebatidos pela defesa. É a chamada “segunda bola”, aquela que não é de ninguém, quem chegar primeiro, fica com a pelota. E nesse quesito, não só nesta temporada, mas em várias outras, o Ceará é muito falho.

Contra Ataque

Atualmente, o Ceará possui uma defesa firme. Em outras épocas contestada, hoje a defesa, apesar dos erros individuais recorrentes, não é mais nossa maior preocupação. Entretanto, não estamos aproveitando as roubadas de bola ao nosso favor.

Trocas de passes rápidas, tomada decisão e finalização, são os principais entraves para que aproveitemos muito pouco os contra ataques que temos.

Finalização

Como já citamos acima, a finalização do time é algo preocupante. Magno Alves, que hoje é o nosso pior finalizador na série B e não marcou na competição, segue sendo nosso artilheiro no ano.

No esporte em que o gol é o principal, não fazê-lo é se deixar derrotar.

Veja isso

Grêmio espera casa cheia para o jogo contra o Ceará

O Grêmio recebe o Ceará no próximo domingo, às 11h, em partida válida pela 26ª rodada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *