segunda-feira , Janeiro 22 2018
Início / Entrevistas / Exclusivo: Sérgio Soares conversa com o Portal Alvinegro

Exclusivo: Sérgio Soares conversa com o Portal Alvinegro

Na próxima quarta-feira (11), o Ceará voltará a atuar após um período de inatividade, devido às eliminações no Campeonato Cearense e Copa do Nordeste. O confronto, diante do Joinville-SC, válido pela Copa do Brasil 2016, também marca um reencontro: Sérgio Soares retorna ao comando do Vovô.

PA: O que mudou em relação ao profissional Sérgio Soares que chegou aqui no Ceará em 2013 e este que retornou em 2016?

SS: A verdade é que a gente procurou, teve o trabalho do Bahia, né? E fui fazer cursos, fiz cursos na CBF, onde tinha profissionais da Europa apresentando alguns conceitos que são feitos lá no futebol europeu e a gente pode trazer para o nosso trabalho, agregando ao nosso trabalho… Não copiando, mas agregando. Então isso são coisas interessantes que fez a gente mudar um pouco daquilo… Ou crescer, acrescentar em relação ao período que nós estivemos e passamos por aqui.

PA: Como você analisa o potencial deste elenco – que ainda não está fechado –  do Ceará atualmente?

SS: Eu vejo um elenco com característica de velocidade. Jogadores que realmente trabalham em ação vertical e é isso que a gente estimula, é um ponto positivo no futebol atual. Então entendo que teremos muita velocidade, muita dinâmica e essa será a principal característica deste grupo.

PA: Os times treinados pelo Sérgio Soares têm características ofensivas: de onde vem essa sua filosofia de trabalho?

SS: Eu tenho dois exemplos. O primeiro é a seleção de 82, que na minha opinião foi um time que não tinha jogadores com características de marcação, mas era um time que jogava e naquela época que o futebol era um pouco mais lento, já tinha compactação destes atletas: de Zico, de Socrátes, Cerezo, Falcão, setor de meio e ação ofensiva pelo lado com Júnior, Leandro, então eu trago isso como exemplo… E também no Palmeiras de 96, equipe que eu joguei, onde tinha Djalminha, Rivaldo, Muller, Luizão, era um time que atacava, então é isso aí que eu entendo que essa é a maior arma do futebol é você atacar. Mas atacar com responsabilidade, com jogadores com características que façam ação vertical, então eu trago esse conceito na questão ofensiva destes dois exemplos. É o que eu acredito, que pra você vencer, você precisa atacar… Você pode perder, mas você vai mais vencer do que perder.

PA: Em  2014, alguns jogadores e você, externaram o desejo e a preferência de atuar na Arena, por achar que o estilo da equipe se encaixava melhor na ambientação (corte do gramado e atmosfera da torcida) do Castelão e preteriram o PV. Ano passado, o Presidente Vargas acabou sendo uma das principais armas do clube na fuga do rebaixamento, tanto que a equipe está há 11 meses invicto jogando lá. Em contrapartida, o Ceará ainda não venceu este ano no Castelão. Em cima disso, o que irá pesar na decisão da escolha sobre o local em quê o time mandará seus jogos e qual a sua opinião sobre estas duas praças esportivas? Lembrando que o Ceará assinou um contrato para atuar em pelo menos 75% dos jogos no Castelão.
SS: Em tenho a minha preferência, eu prefiro o Castelão. O PV é um lugar que a torcida fica mais próxima, mas em termos de gramado, eu prefiro o Castelão, porque com essa característica de um time que joga em velocidade, o Castelão te dá essa condição melhor.

PA: Neste período de treinamentos, o que mais te agrada na equipe que você está formatando?

SS: A velocidade que nós trabalhamos. Nós conseguimos pressionar e quando temos posse de bola, as ultrapassagens e infiltrações pelo lado, às vezes pelo meio, isso me agradou, né? E é nesta linha que a gente vai seguir e tivemos ali uma composição na marcação também, os atletas de frente na segunda linha ajudando a marcar e um homem de mais poder de marcação que nós temos é o Richardson e aí precisa dessa colaboração, tem o Marino, tem o Ricardo (Ricardinho), tem o Felipe, com ajuda de Sérgio (Serginho), Assisinho e do próprio Rafael e isso aí tem sido a cara do treinamento que me agrada bastante.

O Portal Alvinegro agradece à assessoria do clube e o treinador pela receptividade e atenção.

Veja isso

Conhecendo o adversário #01:Salgueiro

Marcos Tamandaré é o nome mais importante do Salgueiro, que conta com um elenco cheio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *