quinta-feira , setembro 20 2018
Início / Jogos Marcantes / O título do Nordestão e a abertura dos nossos olhos

O título do Nordestão e a abertura dos nossos olhos

Com o título do Nordestão em 2015, a torcida do Ceará acreditava que a ÓTIMA estrutura do clube passaria a trazer resultados dentro de campo (mero engano). Um ano após o MAIOR TÍTULO de sua história, o Vovô sofre com o conservadorismo de sua diretoria e os péssimos resultados dentro das quatro linhas. Após escapar na última rodada do rebaixamento para a Série C, a torcida alvinegra, como em toda virada de ano, se vê na (maldita) ilusão de que “agora vai”, e que “neste ano tudo vai mudar”, de que, enfim, o grande título vai chegar. A gente sonha ,idealiza, no fundo sabemos que é muito difícil, mas tem sempre aquele otimismo no fundo do coração. Nós comemoramos os títulos do Campeonato Cearense porque é muito legal bater no seu rival, mas queremos mais e merecemos mais. O título do Nordestão foi uma amostra de que podemos fazer frente aos clubes da região e que com mais ousadia já deveríamos estar na Série A. 


Por que um time, sendo o maior do seu estado e com a maior torcida, um dos maiores do Nordeste carregando as cores do Estado, sendo tradicional (não se diz grande) nacionalmente, não consegue NADA? Por que um time com tamanha estrutura, que dizem – jogadores, comissão, diretores, imprensa e todo mundo – ser uma das melhores do Brasil, não revela ninguém? Por que um time que não possui dívidas grandes e uma enorme reserva de capital (torcida) não consegue ao menos subir de divisão ?Antes que me chamem de louco ou que não saiba de que time estou falando, eu acompanho o Ceará desde 2001 nos estádios (não sou tão velho como o Abreu) e passei por uma das piores fases do Vozão. Independente do que já vivemos, a vida é uma evolução e se você se acomoda com o que já conquistou as coisas começam a regredir e isso espelha a situação do Ceará. Com o monopólio Evandro-Robinson, o Vovô CRESCEU absurdamente em estrutura e conquistou resultados importantes dentro de campo: Acesso em 2009, permanência em 2010 e classificação para a Copa Sul Americana, semi-final da Copa do Brasil em 2011, tetra estadual e a Copa do Nordeste. Com essas conquistas, esperávamos uma evolução no clube e que passássemos a atingir outro patamar que não fosse a famigerada Série B, mas não foi assim e ao que parece teremos dificuldades para evoluir e transformar o poder estrutural em resultados dentro de campo.O pior de tudo é que cada torcedor alvinegro tem essa consciência. Um clube retrógrado. Um clube arcaico. Um clube comandado com 110% de conservadorismo. Um clube parado. Não vou ser hipócrita de dizer que não tive felicidades e/ou glórias; é claro que tive. Essas conquistas recentes enchem o ego de cada torcedor, mas nós queremos mais e podemos mais. Temos potencial para crescer, mas temos que sair da mesmice.

FELIZ 1 ANO DO MAIOR TÍTULO DO ESTADO!

Facebook: Honorato Vieira
Twitter: honoratovieira_Instagram: @honoratovieira_Snap: honorato94

Veja isso

A lucidez em meio a loucura de Lisca

(Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo) Quando o Lisca assumiu o comando técnico do Ceará quase …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *