quinta-feira , setembro 20 2018
Início / Ídolos / “Olê, olê, olê, olê… Sérgio Alves!”: carrasco completa 46 anos

“Olê, olê, olê, olê… Sérgio Alves!”: carrasco completa 46 anos

Sérgio Alves de Lima. Para os íntimos, simplesmente carrasco. Natural de Recife, Sérgio Alves, que hoje completa 46 anos, conquistou o respeito e a idolatria de três grandes torcidas: ABC-RN, Bahia e, claro, Ceará.
No dia 07 de julho de 1992, o pernambucano, revelado pelo Sport, desembarcava em Fortaleza, vindo do tradicional Central de Caruaru, após ter massacrado o próprio Ceará em jogo válido pela Série B. Não se imaginava, ali, que uma história tão bela seria iniciada.  Ao todo, foram cinco passagens (nas contas do próprio jogador): 132 gols em 305 partidas pelo Vovô. A idolatria não foi conquistada por acaso. O atacante participou de campanhas memoráveis, foi responsável por gols importantíssimos e, em clássicos diante do Fortaleza (assinalou 23 tentos diante do maior rival do alvinegro), costumava marcar gols que deram ao “matador” o apelido de carrasco.
Vice-campeão da Copa do Brasil de 1994

 

 
Em 1994, comandado por Dimas Filgueiras, o Ceará chegou à final da Copa do Brasil – contando com o gol do carrasco, contra o Linhares-ES, nas semifinais. Na final, o temido Grêmio, treinado pelo emergente Luiz Felipe Scolari, o Felipão. Após empatar em 0 x 0 no Castelão, o Vovô precisara de uma vitória ou empate com gols no Olímpico.

 

O Grêmio vencia, por 1 x 0, quando aos 31 minutos do segundo tempo, Sérgio Alves fora derrubado na grande área. PÊNALTI! Não, infelizmente o árbitro Godói entendeu que o lance foi normal e, em seguida, expulsou o atacante do Ceará. O jogo terminou com o triunfo do tricolor gaúcho e uma enorme frustração alvinegra que permanece até hoje.
Carrasco… E também salvador!
Dois anos depois, em 1996, a situação era diferente. A última partida da Série B, diante da Tuna Luso, decretaria um rebaixamento inédito do Ceará à Série C do Brasileiro, caso não acontecesse uma vitória cearense. A Tuna iniciou o jogo vencendo, foi quando reapareceu a estrela de Sério Alves: com dois gols marcantes, contribuiu com a permanência do Vovô na Série B.
2001: artilheiro do país e da Série B
 
Na época, o artilheiro ganhou destaque na capa da Placar
Em 2001, em mais uma passagem pelo Ceará, Sérgio Alves formou um trio de ataque com Mota e Iarley que impunha respeito.
De quebra, foi artilheiro do país com 41 gols marcados na temporada, sendo 21 destes na Série B, competição na qual também foi o artilheiro na temporada.

 

2008: última passagem; Gols marcantes no acesso em 2009 e aposentadoria
Após alguns anos, ele retornou, em 2008, após ser campeão da segunda divisão do Campeonato Cearense, pelo Guarany de Sobral. Na última passagem, Sérgio passou a maior parte do tempo no banco de reservas. Ainda assim, no ano seguinte, o carrasco foi responsável por gols memoráveis no acesso à Série A, como no tento marcado diante do Brasiliense, nos minutos finais, mostrado no vídeo ao abaixo.
Quantos jogadores têm a honra de receber aplausos de uma torcida adversária – no jogo – em uma partida? Pouquíssimos, né? Ele teve. E é merecido por tudo que representa.
Parabéns, carrasco! O aniversário é seu. A honra de ter um ídolo como você, é toda nossa.

 

Veja isso

Sérgio Alves, o carrasco alvinegro

Sérgio Alves de Lima, mais conhecido como “carrasco” chega aos 48 anos de idade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *